A Memoria e o Sensível

A partir das leituras de Rouchou (2009), Candau (2010), Rocha e Eckert (2013) pode-se refletir sobre as experiências e as articulações da memória do sensível e campos do imaginário. Busca-se articular estas discussões conceituais através da análise do filme O Céu de Lisboa[1] (Lisbon Story, Wim Wenders, 1994). O imaginário cinematográfico tem a seu dispor … Continue lendo A Memoria e o Sensível