Beep, Yoyo: a Hiperconectividade do Jovem Hiper Ocupado

O artigo de hoje foi apresentado no XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA, realizado em Porto Alegre, em 2015. Ele foi escrito com a Profa. Dra. Saraí Patrícia Schmidt.

Veja uma parte da introdução:

O consumo pode ser considerado um código por meio do qual a sociedade busca relacionar-se e, é capaz de aproximar e individualizar. Sendo que a comunicação é uma forma de sociabilidade a ser (re)construída pelas transformações socioculturais.

Assim, o presente estudo propõe discutir a relação entre a cultura de consumo e a inclusão social com foco na multiplicidade de interações que envolvem as transformações socioculturais no consumo do tempo na juventude líquida contemporânea[1].

E, apresenta como objetivo analisar a concepção do significado do tempo na comunicação da juventude, considerando o consumo do pager e do app “Yo”. A fim de responder a questão: Como a comunicação da juventude através do pager e do app “Yo” destaca o significado de “consumo do tempo”?

A escolha metodológica deste estudo seguiu as recomendações de Prodanov e Freitas (2009), para tanto, optou-se pela pesquisa descritiva, sendo abordagem qualitativa e, técnica bibliográfica e documental. As análises têm como contribuição teórica os estudos de Zygmunt Bauman, Garcia Canclini, Lívia Barbosa e Everardo Rocha. A pesquisa documental foi realizada por meio da análise de reportagens e posts no Facebook sobre o app “Yo” para smartphones (criado em junho de 2014) e do pager (década de 70 a 90).


[1] Schmidt (2007), tendo como base Bauman (2001), caracteriza a “juventude líquida” como um grupo que, para afirmar-se como tal, precisou, em determinados momentos históricos, romper, ou talvez fosse melhor dizer, dissolver, derreter certos “sólidos”. Nesse processo de dissolução, a juventude acabou por constituir-se como “irreverente”, “inconformada”. Com isso, acabou criando novos “sólidos” para si. E são eles que, contemporaneamente, vão sendo despejados no cadinho para serem novamente reformados, reformulados e refeitos.

Baixe o arquivo:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s